Principal >> música >> Bring Me The Horizon se reúne com o ex-guitarrista Curtis Ward durante show na Wembley Arena

Bring Me The Horizon se reúne com o ex-guitarrista Curtis Ward durante show na Wembley Arena

A banda fez seu maior show de manchete até hoje em Londres na noite passada (5 de dezembro)

banda de metal Sheffield Traga-me o horizonte transformou o SSE Arena Wembley em um moshpit gigante para o maior show de todos os tempos na noite passada (5 de dezembro), e se reuniu com o ex-guitarrista Curtis Ward.

Circle pits eclodiram antes mesmo da banda subir ao palco para a abertura frenética de 'Shadow Moses' e o cantor Oli Sykes exigiu 'pelo menos quatro' para 'The House Of Wolves', acompanhado por imagens de guerra, religião e morte no enorme pano de fundo branco.



Sykes despertou a multidão, insistindo que a multidão batesse a cabeça ao som de 'Alligator Blood' e organizando um muro de acusação de morte durante 'Diamonds Are't Forever' e dizendo: 'Eu gostaria de cumprimentar todos vocês, acho que todos deveriam surfe na multidão sobre essas barreiras para que eu possa ver seus lindos rostos” antes de uma dramática 'It Never Ends'.

Propaganda

Sykes estava com um humor tipicamente desbocado, afirmando que 'And The Snakes Start To Sing' é 'uma música sobre bastardos' e gritando 'foda-se alguém no olho!' como uma segunda parede de morte estourou para 'Chelsea Smile' do álbum 'Suicide Season' de 2008. Mas ele ficou emocionado quando se ajoelhou e disse “somos uma banda há dez anos e nos deu muito tempo para pensar. Sabemos que você quer que toquemos uma música que realmente não queremos tocar, mas vamos tocá-la desde que todos façam muito barulho para Curtis Ward”.

O ex-guitarrista, que deixou a banda em 2009, emergiu em uma recepção arrebatadora para tocar na rara favorita dos fãs 'Pray For Plagues', a faixa de abertura de seu álbum de estreia de 2006 'Count Your Blessings', durante a qual Sykes instigou outra parede de morte com um grito de “divida essa porra de lugar em dois!”.

O set principal de 13 músicas terminou com Sykes dizendo ao público “se você não dá a mínima, coloque seu dedo do meio para cima” para 'Antivist' e o single para agradar ao público 'Sleepwalking', antes da banda retornar para um de três músicas. bis que culminou em 'Can You Feel My Heart', após o qual a banda permaneceu no palco para tirar uma foto com a multidão.

Bring Me The Horizon tocou:

‘Moisés das Sombras’
'Vá para o inferno, pelo amor de Deus'
'A Casa dos Lobos'
'Diamantes não são para sempre'
'Nunca acaba'
‘E as cobras começam a cantar’
'Sangue de jacaré '
‘Império (Deixe-os Cantar)’
'Sorriso de Chelsea'
'Pray for Plagues' (com o ex-guitarrista Curtis Ward)
'Abençoado com uma maldição '
'Antivista'
'Sonambulismo'
'Hospital para almas'
'Afogar'
'Você pode sentir meu coração#

Propaganda Propaganda