SINOPSE

 O concerto de violoncelo e piano do duo formado pelos artistas Jaroslav Mikus (Violoncelo) e Alfonso Benetti (Piano) convida a uma viagem exótica desde a República Checa até ao Brasil com uma breve paragem na Alemanha.

Marcado pelo caracter contrastante das peças que integram o repertório, o concerto envolve obras das estéticas barroca à contemporânea. Desde o neoclassicismo de Bohuslav Martinu (1890-1959) à genialidade polifónica de Johann Sebastian Bach (1685-1750), do nacionalismo folclórico de Heitor Villa-Lobos (1887-1959) ao classicismo contemporâneo de Lubos Sluka (1928), o programa instiga a experimentar ambientes sonoros diversos, coloridos, e marcados pelo relevo característico das melodias dos seus mestres criadores.

Partindo das Pastorais de Martinu, o repertório passa pela tradicional Sonata em Sol Menor de Bach e a Pequena Suite de Villa-Lobos, para então encerrar com a Sonata para Violoncelo e Piano de Sluka – um verdadeiro convite a viajar pelo deslumbrante e contrastante mundo da música.

Intitulado concerto humanitário, o recital terá a sua bilheteira inteiramente revertida em doações para instituições de caridade e auxílio humanitário de Portugal.




ALFONSO BENETTI E MIKOS KORSAKOV


ALFONSO BENETTI | PIANO

Alfonso Benetti é pianista profissional, doutor em música, investigador de pós-doutorado pela Universidade de Aveiro/Inet-MD.

Como pianista estudou com Olga Kiun (Rússia/Brasil), Pedro Burmester (Portugal), Mariola Cieniawa (Polónia), e Dmitri Alexeev (Rússia/Inglaterra). Foi premiado em diversos concursos, com destaque para o 1º lugar no 12º Concurso Souza Lima (São Paulo) e no Concurso Internacional para Solista da OSPA (Porto Alegre).

Obteve a licenciatura em musica (piano) pela Universidade Federal de Santa Maria (Brasil) em 2001, o mestrado em música (performance - piano) pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Brasil) em 2008, e o Doutorado em música (estudos em performance - piano) pela Universidade de Aveiro (Portugal) em 2013. Como pianista, têm aparecido em concertos como solista no Brasil, Portugal, Alemanha, Inglaterra, Áustria e Polónia; e como investigador, têm desenvolvido um vasto estudo sobre a expressividade na performance musical. Neste âmbito, têm publicado artigos em revistas científicas internacionais (Canadá, Alemanha, Brasil, Espanha e Portugal) e participado em diversas conferências.

JAROSLAV MIKUS | VIOLONCELO

Violoncelista e maestro nasceu na antiga Checoslováquia, no seio de uma família de profundas tradições musicais.

Da sua actividade profissional, destacam-se os oito anos em que foi Primeiro Violoncelo da Orquestra Sinfónica B. Martinu, bem como foi Solista das Orquestras de Zilina (Eslováquia) e também da Orquestra de Câmara da Morávia, tendo realizado, com estas Orquestras, centenas de concertos por toda a Checoslováquia, bem como pela Rússia, Finlândia, Alemanha, Espanha e Itália. Foi, também, durante sete anos, Director Artístico da Orquestra de Salão Atlantis.

Em Portugal, foi Primeiro Violoncelo da Orquestra Filarmónica Portuguesa entre 1988 e 1990, tendo realizado, com esta Orquestra 300 Concertos por todo o país. Foi, ainda, solista da Camarata Musica do Porto, da Oficina Musical, tendo participado em Festivais de Arte Contemporânea no Porto, em Lisboa e também em Bogotá (Colômbia), realizou, ainda, vários concertos como membro do Trio, Quarteto e Quinteto Atlântico em vários Festivais de Música em Portugal Continental, nos Açores e na Madeira.

Apresenta-se, regulamente, como solista. É membro dos Ensemble “Vox Angelis” e "Porto Tango". É convidado regularmente para fazer parte do júri de vários concursos. É maestro convidado da Orquestra de camara de Holesov na República Checa. Desde 1990, é Professor de Violoncelo, Música de Câmara e Orquestra na Escola Profissional Artística ARTAVE. Foi Professor de violoncelo no Instituto Piaget em Viseu. Desde 2013 leciona violoncelo na Universidade de Aveiro.